sábado, 5 de julho de 2014

Maratona da Muralha da China - por André Boccato

O que dizer desse cara que eu não conheço pessoalmente mas já considero pacas? A alguns meses recebi um vídeo da Verônica sobre o feito realizado por mais um louco por corrida: André Boccato.
Assim como nós, que exercemos inúmeras atividades na vida, André Boccato é chef de cozinha e editor de livros de gastronomia. Em 1998 tinha sérios problemas de saúde e
pesava 82 Kg. Em vez de fazer a cirurgia  para tentar reduzir o peso, optou pela prática esportiva, treinos e mais treinos, e no ano seguinte correu sua primeira maratona em Nova York. Ele correu cinco maratonas até 2002, quando parou as atividades de corrida. Com isso vieram os problemas que todo o sedentarismo traz, engordou novamente e e outras complicações, mas voltou ao mundo da corrida, recuperou-se e nesse ano, como presente de aniversário de 60 anos, decidiu realizar a Maratona da Muralha da China e a completou em sete horas, com muita saúde!
A primeira vez que vi o vídeo, tive a sensação de ver novamente o que senti nas minhas primeiras provas de corrida: Uma sensação incrível que só quem corre pode descrever. A prática da atividade, a dificuldade no meio do caminho, o que vemos enquanto corremos e aquele filme de tudo que passamos para estar ali, realmente gravam na memória da gente estes momentos ímpares em nossas vidas.
Aproveitei para perguntá-lo sobre alguns detalhes de preparação e resultados obtidos com essa prova:

Qual foi período de preparação para essa prova?
1 ano com preparação de base (treinos, tiros, longos) e 4 meses de preparação especifica (escadas ).

Quais as diferenças entre a Muralha e uma prova de rua como uma maratona de Chicago/Nova York?
Diferença total, Muralha da China é exótica , desafiante e super aventura mas sem contato com publico , já NY tem um túnel energético de pessoas. Você é conduzido por milhares de pessoas aplaudindo nas ruas , é idem magico. Ambas são muito diferentes, sugiro experimentar as duas.

O que você percebeu nos outros corredores?
Ehehehehe, sim muito medo no começo e muita satisfação na chegada , o medo é muito grande pois você vê aquela montanha e diz , aí aí acho que não vai dar não ... Tem gente que desiste de fazer inteira no dia da visita técnica e troca pela meia, ambas são legais, depende de seu condicionamento é claro

O apoio técnico da prova estava presente nos principais pontos da prova?
Muito muito bem organizado! Muita hidratação, isotônico, segurança, enfim padrão europeu de organização (são noruegueses que organizam)

Como foi o planejamento para fazer essa prova?
Bem... A primeira questão é que as informações são escassas por aqui, é uma prova difícil de explicar... Mas em geral , todos são unanimes em dizer que seria melhor não ser sua primeira maratona e que você considere 50% de tempo ( no mínimo) a mais de tempo de percurso, exemplo , se você tem 4 horas em sua ultima maratona devera fazer essa em 6 horas! Acredite , é isso mesmo...
O problema é que são 5.000 degraus na ida e 5.000 degraus na volta !! No meio tem um percurso dificílimo cheio de pequenas subidas e planos mas com muito sol (na largada é frio) enfim , uma prova de aventura mesmo.

Foi a primeira vez que ele foi pra china correr?
Sim, os chineses são mais alheios, nos olham como turistas malucos mas são simpáticos, porém ninguém lá fala inglês nem para dizer "hello", "good morning", então a interação com os chineses é zero , por outro lado vem gente do mundo inteiro e é lindo isso!  A festa do jantar no final é muito bacana , gostaria de voltar ano que vem.

Qual a sensação que ele teve ao cumprir o objetivo?
Em 1999 tinha 44 anos e sérios problemas de saúde, em vez de cirurgia corri a maratona de Nova York e emagreci 13 kg mas depois relaxei , engordei de novo e quase entrei na faca de novo aos 59 anos , então , voltei a treinar e emagreci e para comemorar meus 60 anos com saúde e alegria fiz essa loucura saudável de correr a maratona.
Muralhas (descobri) são apenas muros a serem transpostos , como as inúmeras dificuldades que tive para treinar, emagrecer, concentrar, focar, viajar, enfim tudo que a vida sempre exige quando se busca vitórias , em qualquer coisa tem muralhas , aprendi que posso tudo se me esforçar e treinar e focar, é questão de tempo e determinação .

Voltaria a fazer essa prova novamente?
Claro que sim, mas tenho curiosidade de fazer outros desafios também ..

Um conselho para quem vai fazer essa prova...?
Treine subindo arquibancadas de estádio... subindo o Cristo Redentor..., aproveita e faz uma promessa ... O prêmio vem sempre em saúde!

Melhor do que ler, é ver o vídeo abaixo que demonstra um pouco do desafio, do clima e o relato pessoal do próprio André sobre a prova:


Um comentário:

Tiago disse...

Adoro corridas... sempre ganho do Felipe dono da twentyeventos.com