quarta-feira, 12 de março de 2014

Como motivar-se a correr [Laryssa Caetano]

O Mundo da corrida é fantástico, não é? Melhoramos nossa qualidade de vida, conhecemos novas pessoas e de quebra, vemos com outros olhos a palavra "desafio" em nossas vidas.
Há um bom tempo que procuro incentivar as pessoas a também relatarem suas experiências por aqui. Após a Débora ter relatado sua primeira experiência no mundo da corrida, agora é hora da nossa amiga Laryssa Caetano contribuir com boas dicas sobre motivação e planejamento:
O ano começou, o carnaval já passou e falta ainda a coragem para por em prática das promessas feitas em 2013? Pois a tentativa aqui é ressuscitar sua vontade de finalmente se tornar um atleta, das cinzas. Vamos lá!

Primeiro: Você vai precisar de um estímulo.

Defina seus objetivos. Quer emagrecer ___ kg? Quer correr em um ano o equivalente ao diâmetro da Lua ( O endomondo te dá esses stats no perfil)? Quer ir para as Olimpíadas? Então, seja o que for, comece daí. Porque quando você sabe aonde quer chegar fica mais fácil para saber que caminhos, literalmente, vai precisar percorrer. Se os objetivos não estiverem exatamente claros ou não forem instigantes para você, meu caro, será bem difícil tirá-lo da zona de conforto.
Uma vez definidos os objetivos, trace rotas interessantes, procure lugares que sejam bonitos, atraentes, que você queira passar por lá, ou ainda, procure rotas por onde você nunca passa. Garanto que sua ótica será bastante diferente do que quando passa dirigindo.

Segundo: você vai precisar de um smartphone.

Simplesmente porque poderá baixar bons aplicativos que serão úteis durante a corrida. Tem rádios online como o Superplayer, que cria trilhas sonoras para tipos de atividade, por exemplo, em “Correndo” e “Caminhando”, você encontra ritmos animados para ouvir.
Outro tipo de aplicativo legal são aqueles que registram distâncias, velocidade, gasto calórico, avaliam seu desempenho comparando com os dados anteriores. Tem o Rankeeper, Runastic, Nike+ , 5k Pro, MapMyRun, Sports Tracker, miCoach by Adidas, RunTastic Pro e Endomondo.

Terceiro: você vai precisar fazer exames médicos antes.

Sabe aquela história de fazer um check up antes de viajar? Pra correr é a mesma coisa. Melhor saber antes como está a pressão, as articulações e todo o resto do que depois ser forçado a parar. Apareça no consultório de um cardiologista, ortopedista e um clínico geral e marque os exames que eles pedirem.

Quarto: você vai precisar de, pelo menos, um short, roupa de baixo e um tênis adequados.

Tênis. Não adianta economizar aqui. Lembre-se que a saúde dos seus joelhos e costas depende do sistema de amortecimento deles. A princípio, deve decidir o tipo de corrida vai praticar, sobre o terreno em que pretende praticá-la, tempo em que fará isso, seu peso, se vai correr pra competir, por lazer, pra manter a forma e etc. Na internet tem boas lojas, às vezes, com frete grátis ou promoções. Também existem sites como o Poup, que oferecem cupom de desconto para Kanui e Centauro.
Roupa de baixo e top. No caso dos homens, além de confortáveis, elas devem ser como uma segunda pele: facilitar os movimentos, dar suporte aos músculos envolvidos na corrida, e também propiciar a manutenção da temperatura, o que nesse esporte é essencial. Muita atenção ao comprá-las, os materiais devem ser respirantes, aqueles que não seguram a transpiração junto ao corpo, e ao mesmo tempo, regulam a temperatura corporal.
Para as mulheres, a preocupação com tecidos e tramas é igual, além do conforto, oferecem mais sustentação que as peças usadas no dia-a-dia. Devem absorver os choques gerados pelas passadas, devem ser de alças cruzadas e ajustáveis, preferencialmente sem costura a fim de evitar atrito com a pele da corredora. A Decathlon oferece várias opções também.
Não esqueça de beber água e isotônicos e usar protetor solar!


Colaboração da Laryssa Caetano

Nenhum comentário: