segunda-feira, 15 de abril de 2013

Será que há limites?



A imagem acima é de uma criança presente hoje no chocante atentado ocorrido na Maratona de Boston. Ao que tudo indica em mais um inexplicável atentado terrorista. Sempre que ligamos a televisão ouvimos frases como “Até que ponto o ser humano se permite agir para causar dor em tristeza em pessoas inocentes?” E quando ouço estas afirmações me pergunto, não importa se eram inocentes ou não, eram pessoas, vidas, que levarão consigo uma grande ferida, a psicológica.
É chocante ver o mundo em guerra, estamos em um período delicado, ondem a qualquer momento podemos presenciar um novo conflito nas Coréias, as guerras nunca acabam, pessoas morrem, famílias carregam dor, vidas são tratadas como objetos, descartados em prol de um objetivo, que jamais será mais importante que uma vida.
O esporte é capaz de unir nações, no esporte as pessoas interagem, cuidam da sua saúde, fazem das suas vidas mais alegres.
Li que o governo americano promete punir os culpados pela tragédia de hoje e eu me pergunto, a punição resolve o problema? Traz a vida de volta? Cura as feridas dos inocentes? Ou esta punição traz mais sofrimentos, mais dores, mais perdas?
Não está na hora de admitirmos que este planeta é nosso, nossa casa! Dividimos o mesmo lugar e se não aprendermos a conviver com os outros e com as diferenças jamais seremos felizes no nosso lar! Não é a hora de aprendermos que o conflito não apresenta solução? Não está na hora de utilizarmos o nosso poder de comunicação e dialogarmos em busca de um mundo melhor?
Realmente eu não assimilei o acontecimento de hoje, nem sei se vou, mas digo com toda certeza que estou muito triste e torço para que todos os envolvidos encontrem tranquilidade para tocar as próprias vidas, em alguns casos lidando com grandes perdas…