domingo, 18 de novembro de 2012

Por que você corre?

Lembranças de uma grande amiga - Cabe ao tempo dizer o que é melhor

Bem, correr hoje não estava em meus planos. Nos últimos meses tenho andado muito ocupado, fazendo pesquisa pela faculdade, e isto me toma um tempo imenso. Neste último feriado, nem pude correr ou nadar de bike, pois fiquei "internado" fazendo o andamento da pesquisa, juntamente com suas citações, bibliografias e resultados preliminares. Estava angustiado, e foi quando me aconteceu uma coisa ontem à noite...

...Há muito tempo que não acontecia isso, mas ontem sonhei com uma querida amiga minha, que não está mais por aqui. Corríamos juntos, fazíamos algumas atividades e passamos a nos conhecer melhor através da corrida. Fazem 6 meses que não há mais vida pelos lugares que passamos, então lembrei dela ontem à noite, inexplicavelmente...
Hoje acordei um pouco mais tarde (o que não é de costume), então aproveitei para fazer o caminho que trilhávamos nos primeiros treinos pelo bairro de Interlagos, o conhecido Parque Jacques Cousteau. Não foi um treino de tristezas, foi um treino de lembranças, onde coloquei o Battle Born e segui o caminho, por 8K entre trechos que mudam sempre se significado. A cada ano que passa, as lembranças dos percursos são atualizadas e remontadas. Quando havia passado por lá em 2011, haviam outros motivos para percorrer aquelas ruas. Havia tristeza, raiva e rancor. Do início do ano pra cá, as coisas mudaram, e é incrível podemos ver as mesmas coisas, de modos diferentes, sem mesmo ter uma mudança física no local. Cada descida, ladeira, rua, ponto, marcação tem um significado. Hoje, tive saudades de tempos em que aquelas ruas pareciam mais coloridas, com roupas chamativas e tênis gastos, mas em dia. Talvez ano que vem, estas mesmas trilhas tenham outros significados, e tenhamos mais cores pelos caminhos. Fiquei contente ao ver que, ao chegar lá por volta de 10 Horas, haviam inúmeros praticantes de corrida e caminhada, muito mais do que o usual. O tempo de cada pessoa é algo muito valioso. Você pode despendê-lo da melhor forma que quiser, mas lembre-se sempre de procurar a melhor.

2 comentários:

Rafael oliveira disse...

ótimo post, que a cada ano você possa passar por tais locais e sentir alegria ao se lembrar de bons momentos... abraço!

www.temposminimos.blogspot.com.br

Helena - Floripa/SC disse...

Oi, Ismael.

Visito seu blog pela primeira vez. Conheci através do Léo (Pisando por aí).
Muito legal seu post. Cada um tem seu tempo e respeitar isso é muito bacana. Gostei mesmo da sua observação, pois compartilho do mesmo pensamento.
Tbem tenho um blog de corrida, quando der, apareça por lá.

Um abraço e boas corridas!!

Helena
http://correndodebemcomavida.blogspot.com.br/